FESTin 2016

A festa do cinema em português está de volta

O Brasil participa com 50 filmes

Com a presença de cineastas, atores, jornalistas, autoridades e o público amante da Sétima Arte, começa  hoje (04/05), em Lisboa (Portugal), a 7ª Edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin).

A cada ano o FESTin, que segue até 11/05, homenageia um país de língua portuguesa, mas 2016 faz uma homenagem ao 20º aniversário da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Dos 74 filmes  em competição, entre longas, curtas e documentários, 50 são do Brasil, cinco brasilienses: De repente, de Bruno Caldas; Fragmentos, de Adriana Vasconcelos; Encantadores de histórias, do Coletivo Ora Bolas; Meu amigo Nietzsche, de Faston da Silva e Frágil, de Luz Vicente da Costa Braga.

Criado em 2010, o festival  tem se firmado como espaço dedicado ao fomento e difusão da cinematografia lusófona na Europa, ganhando a cada edição  respeitabilidade dentro e fora de Portugal.

A festa do cinema em português, como é designado o FESTin, acontece anualmente na cidade de Lisboa, entre os meses de abril e maio, posteriormente realizando um roteiro de itinerância por outras cidades e países. Em 2015 chegou a Angola, Timor- Leste, Brasil (Gramado-RS) e Guiné Bissau. No dia 25 de maio será levado a São Tomé e Príncipe.

Outras informações no www.festin-festival.com /www.twitter.com/festinlisboa 

Fonte: Divulgação do evento
Brasília, 4 de maio de 2016