Cinema argentino

Cine Brasília recebe sete filmes produzidos nos últimos dois anos no país vizinho

O filme Kóblic, realizado este ano por Sebastián Borensztein,  que tem Ricardo Darín no papel principal, abre a Primeira Mostra de Cinema Argentino  que acontece no Cine Brasília, de 25 a 31 de agosto. Realizado pela Embaixada da Argentina no Brasil, com apoio da Secretaria de Cultura, INCAA e Paris filmes, o evento apresenta sete películas produzidas entre 2014 e 2016. Entrada franca

Programação

Dia 25 de agosto (quinta-feira), às 19h

Kóblic  (Argentina/Espanha). Direção de Sebastián Borensztein, 2016, 92 min. Ambientado na última ditadura militar que ocorreu na Argentina (de 1976 a 1983), o filme conta a história de um ex-capitão do exército que foi parte dos "voos da morte", que lançavam pessoas consideradas subversivas no  rio da Prata. O militar se converte em fugitivo e chega a um pequeno povoado. Classificação indicativa: 18 anos

Dia 26 de agosto (sexta-feira), ás 19h

Kryptonita. Direção de Nicanor Loreti, 2015, 80 minutos, baseado no romance de mesmo nome assinado por Leonardo Oyola. Um hospital é invadido pela gangue Super Gasoline. Pinino, seu líder, está mortalmente ferido: em seu peito, um vidro verde, a única substância que pode machucá-lo. O médico Gonzalez tem até o amanhecer para salvá-lo... A polícia ronda o hospital, e não tarda para o arqui-inimigo da gangue surgir. Classificação indicativa: 14 anos

Dia 27 de agosto (sábado), às 19h

O Décimo homem. Direção de Daniel Burman, 2015, 81 min. Ariel (Alan Sabbagh) é um rapaz que se tornou um bem-sucedido economista de Nova York - depois de se mudar da Argentina, onde vivia com seu pai, famoso em seu antigo bairro por gerenciar uma organização de caridade. Quando sua família o convida para retornar ao lar para uma festividade, ele irá se surpreender com as diferenças entre sua nova vida e as antigas tradições dos seus parentes. Classificação indicativa: 12 anos

Dia 28 de agosto (domingo)

19h

O Cinco (Argentina/Uruguai). Direção de Adrián Biniez, 2014, 100 min. Sérgio Patón Bonassiolle (Esteban Lamothe) dedicou quase toda a sua vida ao time Talleres de Escalada, da Argentina, usando a camisa cinco e atuando como capitão e meio-campista. Só que aos seus 35 anos de idade, ao ser expulso de uma partida da divisão C, ele percebe que sua carreira futebolística acabou, sem fama ou fortuna. Agora, o ex-jogador precisa se despedir de sua juventude e, ao lado de sua esposa, Ale (Julieta Zylberberg), enfrentar a vida real. Só que suas ideias para recomeçar incluem passar os seus dias jogando videogame, fumando e assistindo TV; namorando, ou cuidando de um bar. Classificação indicativa: 12 anos

21h

Roteiro de casamento. Direção de Juan Taratuto, 2016, 110 min. Uma atriz iniciante e desconhecida, namorada do diretor do filme no qual está trabalhando, acaba se apaixonando por outro homem. No entanto, o maior problema é que sua nova paixão não é uma pessoa real: é o personagem que é o protagonista do filme, interpretado pela estrela da produção. Classificação indicativa: 12 anos

Dia 29 de agosto (segunda-feira), às 19h

O patrão: radiografia de um crime. Direção de Sebástian, 2014, 28 min. Um humilde peão de campo encontra emprego na cidade como açougueiro na cidade grande. Se patrão é um sinistro personagem dono de uma cadeia de açougues que o obriga a vender carne em mau estado, ao passo em que o submerge numa verdadeira escravidão. A dura crueldade do patrão terminará, inevitavelmente, em tragédia. O filme é baseado em uma história real que aconteceu no coração de Buenos Aires.Classificação indicativa: 18 anos

Dia 31 de agosto (quarta-feira), às 19h

Abzurdah. Direção de Daniela Goggi, 2015, 90 minutos, baseado em um romance autobiográfico. Cielo Latini é uma adolescente da década de 1990 que encontra na internet uma válvula de escape para as pressões escolares. Entrando em salas de bate-papo, ela decide conhecer pessoalmente um homem, que, mais tarde, descobre ser  dez  anos mais velho que ela. Culmina, então, com um amor não correspondido. Classificação indicativa: 16 anos

Serviço
Primeira Mostra de Cinema Argentino
De 25 a 31 de agosto
Local: Cine Brasília (EQS 106/107).Telefone: 3244.1660
Entrada franca

Fonte: Seção Cultural da Embaixada da Argentina no Brasil

Núcleo de Comunicação Social da CAL
Brasília, 19 de agosto de 2016