Baby

Espetáculo teatral discute violência doméstica com o público

A história de uma dona de casa que decide trabalhar para ajudar nas despesas do lar é o mote do espetáculo Baby, encenado em Luziânia, Valparaíso, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Cidade Ocidental  e Águas Lindas, a  partir de hoje (28/11), em dias e horários diferentes. Mas, há algo a mais no enredo: no elenco estão atores, atrizes e policiais civis e militares, que dividem o palco para falar sobre violência doméstica e provocar a discussão entre os espectadores.

A montagem conta a história de uma família cujos recursos econômicos são escassos. Baby é dona de casa e mãe de Pedro. Arlindo, o marido, é caminhoneiro. Os problemas na relação do casal ficam evidentes quando a mulher decide trabalhar. Arlindo não concorda com a atitude da esposa e passa a oprimi-la com agressões psicológicas e físicas.

Baby entra em um dilema, pois deseja realizar seus sonhos sem abrir mão do casamento. Ao final, ela recua,  pois teme as graves ameaças do marido. A partir desse momento, a plateia é incentivada a entrar em cena para dialogar com o opressor para, juntos, ajudarem a encontrar soluções para a questão. O projeto é realizado pelo Coletivo Caliandra e todas as apresentações têm entrada gratuita.

Serviço
Peça teatral - Baby
Segunda – 28/11 – Instituto Federal de Goiás (Luziânia), 15h30 / Colégio Estadual Gildete Barreto (Valparaíso), 20h.
Terça – 29/11 – Centro Integrado de Educação Modelo (Planaltina), 11h / Escola Municipal Abdo. Elias (Santo Antônio do Descoberto), 20h.
Quinta – 1/12 – Escola Municipal José Fernandes da Silva Neto (Cidade Ocidental), 20h
Terça – 6/12 – Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo do Jardim Pérola (Águas Lindas), 9h 

Entrada gratuita

Fonte: site Metrópoles

Brasília, 28 de novembro de 2016