Acervo da CAL

As festas populares na obra de Volpi e Cuoco

Em função das festividades que acontecem no mês de junho – Santo Antônio, São João e São Pedro - o espaço Acervo da CAL utiliza como destaque as obras Festa Caipira, de Francisco Cuoco, e uma das bandeirinhas multicoloridas de Alfredo Volpi.

Sobre os artistas

Alfredo Volpi (1896-1988). O pintor ítalo-brasiliero nasceu em Lucca (Itália), mas chegou no Brasil em 1898. Começou a pintar murais decorativos em 1911, e, mais tarde, desenvolveu a pintura sobre tela ou madeira. Na década de 1930  se integrou nos movimentos atuantes em São Paulo, como o Grupo Santa Helena e Família Artística Paulista. Na sua fase naturalista realizou  paisagens, naturezas mortas e marinhas. Em 1953, juntamente com Di Cavalcanti, recebeu o Prêmio de melhor pintor nacional na Bienal de São Paulo.  Na década de 1970 iniciou a fase dos quadros com temática única, sendo a fase mais consagradora de sua presença na arte moderna brasileira. Participou das XXVII, XXXI e XXXII Bienais de Veneza, Salão de Maio (Paris), Arte Moderna no Brasil (vários Estados),  e Bienal de Tóquio. Faleceu em 28 de maio de 1988, aos 92 anos.

Francisco Cuoco nasceu em São Paulo, em 1928, onde  frequentou a Escola de Belas Artes. Foi discípulo de Theodoro Braga e Joaquim da Rocha Ferreira, formando-se em 1951. Fez curso de gravura no Masp e viagem de estudos na Itália, sob a orientação dos pintores Dante Vagnetti, em Florença, e Domanico Purificato, em Roma. Teve apoio de grandes mestres como Di Cavalcanti e de Pietro Maria Bardi.  De volta ao Brasil, participou dos principais Salões de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. Lecionou desenho e pintura no Masp e na Escola Panamericana de Arte e nas Faculdades de Belas Artes de São Paulo e de Santa Marcelina (SP). Dedicou-se, também, à escultura, mas foi na pintura onde mais se destacou. 

Sobre as obras

As obras foram doadas pelo Banco Central ao Acervo da CAL, em 1997.

  1. ALFREDO VOLPI
    Serigrafia, sem data
    (40 x 60 cm)
  1. FRANCISCO CUOCO
    Festa Caipira, sem data
    Pastel seco e aquarela sobre papel
    (24 x 60 cm)


Brasília, 21 de junho de 2017